Skip to main content

Dicas para um dia das crianças sempre em bicicleta

Por 11 de outubro de 2021Bicicleta News, Notícias
COMPARTILHE:

O presente mais especial no dia das crianças certamente é uma bicicleta. No 12 de outubro, adultos investem no brinquedo mais divertido e preparam os pequenos para se aventurarem nas primeiras pedaladas.

As possibilidades atuais, no entanto, vão muito além das opções disponíveis nas décadas passadas. Novos modelos de bicicleta, novos equipamentos para levar a criançada para passeios e até mesmo novas possibilidades do que fazer pedalando em família.

Nos parques urbanos, em aventuras pelo campo, o importante é oferecer oportunidades para que crianças e jovens descubram os prazeres da bicicleta e nasçam novos ciclistas.

Cadeirinhas para bicicleta, o começo

 

View this post on Instagram

 

A post shared by なかもと家 (@nakamoto.ke)

As cadeirinhas para bicicleta se dividem basicamente em dois modelos: dianteiras e traseiras. A escolha do equipamento é bastante pessoal. Na traseira, o limite de peso é maior, em geral 25 kg, o que prolonga a vida útil do equipamento. 

Com limite de peso de no máximo 15 kg, as cadeiras dianteiras também são mais incômodas para quem pedala. Mas facilitam o cuidado com a criança, já que os pequenos costumam pegar no sono durante o pedal. 

Nos dois casos, na dianteira ou na traseira, o mais importante é que a criança fique bem presa na cadeira, com cintos bem justos. Já o limite mínimo de idade depende mais da confiança dos adultos do que da idade da criança. Bebês com mais de 6 meses, que já sejam capazes de ficar sentados sozinhos e com firmeza, já podem ser parceiros e passageiros nos passeios em bicicleta.

Opção mais aventureira para levar crianças para um passeio. Foto: Cameron Mackenzie

Abaixo, fizemos uma pequena síntese dos pontos favoráveis e desfavoráveis das cadeirinhas dianteiras. Com uma distinção importante: sistemas ou soluções em que a criança vai sentada em um selim preso no tubo superior (foto acima) são recomendáveis apenas para passeios curtos.

Vantagens da cadeira dianteira na bicicleta:

  • A cadeira dianteira permite à criança observar mais o caminho;
  • O adulto consegue conversar com a criança com mais facilidade;
  • É possível explicar mais sobre o caminho e o trânsito à frente;
  • Facilita ver e apoiar a criança com as mãos e o antebraço quando ela dorme;
  • Você pode ter dois assentos em uma única bicicleta;
  • O equilíbrio e a pilotagem são melhores, especialmente em pisos irregulares;
  • A criança não consegue puxar a roupa ou o cabelo do adulto.

Desvantagens da cadeira dianteira na bicicleta:

  • Em uma freada repentina, o adulto pode ir para cima da criança;
  • É mais desconfortável, com o adulto pedalando de pernas abertas;
  • A criança fica mais exposta ao vento, algo ruim nos dias mais frios.

Reboques traseiros e cargueiras são alternativa

Um equipamento interessante, em especial para quem tem duas crianças ou pretende fazer passeios mais longos, é o reboque. Neles, a criança (ou crianças) fica totalmente protegida e pode até dormir com tranquilidade. 

O reboque ainda funciona como um carrinho de bebê quando desacoplado da bicicleta. Também é possível levar pequenas cargas como uma bicicleta de equilíbrio, por exemplo.

Mais difíceis de encontrar no Brasil, os modelos de bicicletas cargueiras para levar pequenos passageiros também são excelentes soluções. Modelos estilo “long john”, com um compartimento de carga na dianteira da bicicleta, abaixo do condutor, são uma opção bastante popular. Também conhecidas pelo nome holandês, bakfiets, esse modelo de bicicleta é bastante seguro, mas requer prática para que o ciclista se acostume com a sua condução.

A primeira bicicleta infantil, sem pedal e sem freio

Peças da bicicleta de equilíbrio. Foto: Petit Cycles/Divulgação

As bicicletas de equilíbrio (balance bike) são uma solução relativamente recente e a maneira mais eficiente de ensinar crianças pequenas a pedalarem. Sem pedal, sem freio e sem traumas.

De maneira instintiva, os pequenos vão se acostumando a andar com os dois pés firmes no chão empurrando a bicicleta. Com o tempo, a confiança vai chegando até que, aos poucos, passam a levantar os pés do chão.

Quando a criança fica maior, a transição para os pedais é simples. Afinal, com o domínio do equilíbrio, pedalar é apenas um complemento. Muitos adultos defendem inclusive que as rodinhas das bicicletas, tradição antiga que ainda acompanha diversos modelos infantis, não devem mais ser usadas.

 

View this post on Instagram

 

Uma publicação compartilhada por TSW Bike (@tswbike)

Aventuras em bicicletas infantis, no pump track ou nas trilhas

Sempre no primeiro sábado de outubro, a Associação Internacional de Mountain Bike (IMBA na sigla em inglês) promove o dia de levar uma criança para o MTB (Take a Kid Mountain Biking Day – TKMBD).

A ideia é simples: apresentar o MTB, em todas as suas formas, aos futuros atletas. A iniciativa acontece desde 2004 e tem inclusive reconhecimento oficial do Congresso Norte Americano.

Em 2021 a data foi celebrada no dia 02 de outubro, com diversos eventos nos EUA, mas também passeios e competições infantis na Alemanha e no Japão. Mesmo sem grupos que promovam o dia do MTB infantil no Brasil, existem diversas opções e possibilidades para os pequenos e as pequenas ciclistas brasileiras, como bike parks, trilhas de nível iniciante e os pump tracks.

Os pump tracks, aliás, são excelente forma de iniciação e conquista do pleno domínio e pilotagem com a bicicleta – tanto por crianças, jovens, mas também por adultos. Com o desenho das curvas e com a ondulação do terreno, quem pedala começa a usar apenas o movimento do corpo e da “bombada” (pump), sem a necessidade de usar os pedais. Isso garante não apenas um ótimo exercício físico, como também um conhecimento corporal que será levado pelos ciclistas para onde estiverem pedalando – seja em uma ciclovia, nas ruas ou nas trilhas.

Equipamentos e acessórios para crianças ciclistas

 

View this post on Instagram

 

A post shared by Specialized Brasil (@specializedbr)

O capacete infantil é sempre recomendável. O equipamento tem uma boa capacidade de proteção justamente no tipo de queda mais comum entre crianças: em baixa velocidade e a partir de uma altura pequena.

Para escolher um modelo adequado, no entanto, é preciso ter o mesmo raciocínio usado para a escolha da cadeirinha. Conforto e firmeza nos ajustes são fundamentais. Quando possível, vale investir também em um modelo de capacete infantil com alguma forma de proteção rotacional. A tecnologia MIPS é um exemplo, mas infelizmente os custos ainda são proibitivos para a maioria.

Além dos ajustes, também é muito importante ensinar sobre o cuidado e respeito ao capacete. Ensinar as crianças a cuidarem do equipamento, garantir que ele não seja jogado, caia no chão durante o transporte, etc.

Canote retrátil e alforge para crianças

Canote retrátil para bicicleta infantil

O mundo dos pedais infantis vai muito além do capacete. Tendência de equipamento entre os atletas de ponta, o canote retrátil também tem versão infantil. Uma opção para os ciclistas mais aguerridos ou simplesmente uma opção de compra para os adultos que queiram garantir o mesmo padrão de equipamentos para crianças.

Alforge que vira mochila. Equipamento disponível no exterior.

Para crianças que têm o privilégio de ir pedalando para a escola, também existem modelos de mochilas infantis que se transformam em alforge. Ao invés dos modelos com rodinhas para serem puxadas pelas crianças na calçada, um modelo de mochila para ser afixado no bagageiro. Autonomia até mesmo para pequenas viagens.

Bicicleta deveria ser matéria na escola

A educação para a bicicleta é disciplina escolar na Holanda, mas enquanto os pedais não entram nas salas de aula no Brasil, cabe aos adultos ensinarem e desbravarem o mundo ciclístico com os pequenos.

Bicicleta com tamanho adequado e acessórios de qualidade são importantes. Mas o mais importante é garantir tempo e espaço para que a criançada possa aproveitar o vento no rosto e a alegria. O equilíbrio é a primeira lição, primeiro como passageiro, depois com os modelos de equilíbrio. Com o domínio da técnica mais básica basta pedalar no ritmo das crianças e todo passeio pode ser uma aventura inesquecível.

__________________________

Quer receber notícias do mundo da bicicleta em primeira mão? Assina a Bicicleta News. Mande uma mensagem para nós.