Skip to main content

O ano de 2021 foi o melhor da nossa história, afirma Marcelo Maciel da Proparts

COMPARTILHE:

Para o setor de bicicletas, o ano de 2021 foi de imensos desafios, como a recuperação nas importações de componentes para abastecer as lojas e as montadoras, o dólar e os custos do frete marítimo ainda altíssimos, o consumo que desacelerou em comparação com 2020.

Contudo, o mercado de bicicletas está otimista pois nestes últimos dois anos de pandemia foi possível ampliar como nunca a base de novos ciclistas, o que significa impactos positivos em toda a cadeia produtiva da bicicleta, especialmente nas lojas. Também foi possível obter alguns avanços, como a redução de imposto de importação de câmbios e cassetes e de componentes em geral.

O Bicicleta News entrevistou alguns líderes do nosso mercado, para ouvi-los sobre os desafios deste ano de 2021 e as expectativas para 2022 e para os próximos anos.

Marcelo Maciel (à esquerda), 55 anos, fundador da Proparts

O entrevistado desta edição é Marcelo Maciel, ciclista e administrador de empresas, que está há mais de 30 anos no mercado de bicicletas. É fundador da Proparts, empresa criada em 1999 e que representa e distribui algumas das marcas mais conhecidas pelos ciclistas brasileiros, como SRAM, Garmin, Mavic, Vittoria, RockShox, Squirt, Kryptonite, Zipp, Time, entre outras.

Bicicleta News: Marcelo, Como foi o ano de 2021? Como vocês enfrentaram os problemas na cadeia de suprimentos causados pela pandemia?

O ano de 2021, com relação a faturamento, foi o melhor de nossa história. Foi ótimo também na ampliação de nosso time, que cresceu para dar conta do aumento na demanda. Os problemas de suprimento foram concentrados em algumas poucas linhas de produto, algumas delas muito necessárias para o mercado, especialmente produtos da SRAM, que têm altíssima procura.

Passamos a fazer pedidos programados e a situação já melhorou um pouco. Iniciamos o trabalho com Vittoria, que também teve faltas importantes. E não tivemos faltas significativas de Garmin, Mavic, Stan’s, Squirt, Ceramic Speed. Os rolos Saris também já estão regulados.

Bicicleta News: Depois do pico de vendas no começo da pandemia, como está o mercado nesse final de ano? Em que patamar de vendas você espera que o mercado se estabilize?

O mercado para peças e acessórios está fantástico. O grande pico de vendas da pandemia foi em bicicletas. Isso ampliou a base de ciclistas. Agora esses ciclistas estão dando manutenção em suas bikes. A onda de demanda para peças é mais baixa que a onda de bikes, mas é mais longa.

Bicicleta News: Como está o lead time? Está encurtando ou as previsões continuam para 2023/24?

Os lead times de SRAM e Vittoria continuam longos para muitos itens. Mas com nossos pedidos programados a tendência é nossa oferta melhorar logo.

Os lojistas devem fazer reservas para aumentarem suas chances de conseguir suprimento ao longo do tempo. Reservas para cada mês ao longo de 2022. Isso é o que maximizará as chances de melhorar o suprimento. Mas temos ótima disponibilidade de vários produtos importantes que ajudam no faturamento atual. Garmin, Time, Stan’s, Squirt, Ceramic Speed, Mavic e muitos itens de SRAM, Rock Shox e Vittoria.

SRAM EAGLE AXS

Bicicleta News: Qual a expectativa para 2022 na sua empresa? Quais as apostas em produtos e tecnologias para os próximos anos?

Continuamos apostando que as pessoas amam pedalar e querem pedalar mais e mais.  Acreditamos que a eletrônica sem fio usada pela SRAM continuará crescendo. Os produtos AXS estão conquistando cada vez mais adeptos, seja no MTB, seja no ciclismo de estrada, com todas as marcas de bikes especificando essa linha.

Estamos muito confiantes com a aceitação dos pedais Time e estamos muito felizes em ver a altíssima demanda por pneus Vittoria, tanto de MTB quanto de estrada.

Nossas linhas tradicionais também continuam fortes (selantes No Tubes, lubrificantes Squirt, rodas Mavic). A demanda por medir potência continua ascendente e os novos pedais Garmin Rally estão conquistando muitos novos ciclistas. E o fato de haver o pedal para MTB é um diferencial de grande valor.