Skip to main content

Projeto Trilhas: o despertar da comunidade para a conservação do meio ambiente através da cultura do Mountain Bike

Por 2 de maio de 2022maio 3rd, 2022Mountain Bike, Notícias
COMPARTILHE:

A iniciativa de Fred Lanna e Christian Wagner é fruto de muitas alianças em torno da bicicleta e da conservação ambiental. A chegada de indústrias nas cidades brasileiras pode ser aliada à políticas socioambientais de qualidade.

Quais novas possibilidades surgem quando paramos de apenas delegar ao outro o cuidado com os recursos à nossa volta? Foi essa reflexão que fez uma dupla de amigos transformarem a prática do mountain bike em ofício – da enxada, esculpindo caminhos, ao diálogo com o poder público, o Projeto trilhas há mais de 10 anos ajuda a impulsionar a cultura da bicicleta na macrorregião de Belo Horizonte-MG, ajudando a construir pontes entre sociedade civil, poder público e empresas de mineração e desenvolvimento imobiliário.

A gente foi perdendo espaços que eram oásis do mountain bike e isso fez percebermos que era preciso ter iniciativa para garantir que essas trilhas existam, cresçam e sejam cuidadas, para que o mountain bike seja uma prática possível e aliada a um estilo de vida que só traz benefício para a comunidade”, relata Christian.

Da esquerda para a direita: Fred Lanna e Christian Wagner

A bicicleta e a prática do mountain bike são uma forma de preservar e exaltar nossas belezas naturais, trazer qualidade de vida à população e recursos para as cidades”, explica Fred.

O Projeto Trilhas atua sobretudo nas cidades de Nova Lima e Conceição do Mato Dentro, e os exemplos dos dois municípios são uma inspiração de como a cultura da bicicleta pode ajudar a mitigar impactos socioambientais e promover qualidade de vida às comunidades. Mas, cada um dos municípios têm suas peculiaridades no processo, enquanto Nova Lima encontrou na sua cultura da prática do mountain bike uma forma de estar sempre vigilante à conservação do município, Conceição do Mato Dentro quer correr atrás para ser uma nova meca do MTB.

Trecho do circuito entregue durante a Brasil Ride Espinhaço

Em abril de 2022, Conceição do Mato Dentro recebeu uma edição da Brasil Ride Espinhaço e parte do percurso contou com um circuito de XCO lapidado pelo Projeto Trilhas. A dupla garante que para os próximos eventos que a cidade vai receber, o circuito ainda terá novidades, como uma súbita que ficou de fora por escolha da organização. “Não chega a ser uma questão de segurança, mas de facilidade na organização da prova, que tem múltiplos estágios e demarcações distintas para cada dia, e também para evitar engarrafamentos já que todos largam de uma só vez”, comenta Christian.

Itabira já é um município na região que expõem o que décadas de mineração sem um plano de políticas públicas pode fazer: apesar da industrialização, continua sendo uma cidade sem infraestrutura e que teve uma grande perda na qualidade de vida da população. Nosso objetivo é ajudar Conceição a ir no caminho oposto, fazendo diferente desde o começo”, completa.

Mountain Bike e o Turismo de Conservação

O uso da bicicleta como prática alinhada à conservação ambiental ainda precisa ser ampliado no Brasil, mas crescem os exemplos de gestores que se propõem a ouvir e estudar sobre essa cooperação entre bicicleta e conservação.

Em Nova Lima e também em Conceição, o Projeto Trilhas se empenhou para abrir esse diálogo e em 2016 mais de 300 km de trilhas do município de Nova Lima foram tombados, em um decreto inédito que hoje garante a conservação e o legado do mountain bike na cidade.

Marcio Prado do Zoom Bike Park foi parceiro desde o começo

No projeto amplo que está sendo desenvolvido para o município de Conceição do Mato Dentro, o circuito entregue agora na Brasil Ride é apenas uma das trilhas programadas, ainda serão entregues novas e desenvolvidas outras etapas do projeto.

“A construção das trilhas é consequência de um processo bem maior, tem muito diálogo até que a gente posso mapear o município para apresentar o que chamamos de ‘master plan’, que é uma proposta de circuitos, mas também uma programação de integração das trilhas com a comunidade através, inclusive, de cursos de manutenção e cuidados com as trilhas e a natureza”, explica Christian.

O despertar para a força da Comunidade

Christian e Fred fazem questão de lembrar sempre a importância das parcerias com coletivos e associações e do diálogo com instituições e poder público para ter êxito neste processo. “Temos que ocupar os espaços de participação, hoje fazemos parte de 7 conselhos, por exemplo. Quando a cidade tem uma associação de ciclistas, como é o caso da Aconcicle em Conceição do Mato Dentro, e o Mountain Bike BH na região metropolitana, faz toda a diferença.”

Faz três anos que começamos esse diálogo e agora estamos colhendo os frutos de um sonho que sonhamos e construímos juntos. É incrível ver os resultados do diálogo e da aliança das secretarias municipais, Aconcicle e Projeto Trilhas”, relatou Samarone Matos, presidente da Associação Conceicionense de Ciclismo e Esportes

Temos que parar de achar que é a prefeitura, a empresa, sempre o outro que precisa fazer alguma coisa. Quando percebi isso as coisas mudaram e vejo que hoje mais pessoas têm vontade de colaborar e não mais só de andar na trilha”, completa Christian.

Documentário Além da Terra – “Só preserva, quem conhece”

Confira o documentário “Além da Terra”, com roteiro, direção e montagem de Romulo Cruz e produção Specialized Brasil, e mergulhe no universo do Projeto Trilhas para conhecer cada momento dessa história:

Confira a galeria com algumas imagens das trilhas e obstáculos entregues pelo Projeto Trilhas:

Giuliana Pompeu

Giuliana Pompeu

Coordenadora de Comunicação da Aliança Bike e Co-fundadora da HUB Conteúdo, é jornalista e produtora. Formou-se em Comunicação Social na Faculdade Cásper Líbero em 2017, onde dirigiu o documentário Ela Pedala. Assessora e idealiza projetos que usam a bicicleta para promover cidadania, cultura, saúde e diversão. Atualmente, através da Hub Conteúdo, coordena a comunicação nas mídias sociais da Transforma.aí, do Instituto Aromeiazero, da Aliança Bike e da TK3 Track.