Manifesto pela ampliação urgente de espaços públicos para a prática do ciclismo de estrada

Por 12 de maio de 2021Esporte, Notícias
COMPARTILHE:

É urgente que a Grande São Paulo ofereça espaços seguros, segregados e amplos para a prática de ciclismo de estrada. A ausência de locais adequados para treinamento é um problema grave que atinge diariamente milhares de pessoas praticantes da modalidade e é um dos entraves para o desenvolvimento desse esporte em São Paulo e no Brasil.

Temos acompanhado o sucesso da implantação de novas ciclovias e ciclofaixas nas cidades da Grande São Paulo e em especial na cidade de São Paulo. O ciclismo esportivo, porém, vive um movimento inverso, com restrições e fechamentos de espaços para treino e uma incompreensão, por parte de gestores públicos, sobre a realidade e as necessidades de ciclistas praticantes dessa importante modalidade esportiva.

É preciso garantir a segurança do ciclismo de estrada

Há inúmeras soluções possíveis e que dariam melhores condições para praticantes do ciclismo de estrada, como a abertura de equipamentos ociosos como o autódromo de Interlagos e a criação de APCCs (Áreas de Proteção ao Ciclismo de Competição). Uma experiência bem sucedida, nesse modelo, já ocorre em cidades como o Rio de Janeiro-RJ e Salvador-BA.

Para comprovar a urgência do tema, as entidades signatárias deste manifesto realizaram uma inédita pesquisa com mais de 3 mil ciclistas que treinam na Grande São Paulo, cujos resultados evidenciam a necessária mudança de tratamento nas políticas voltadas ao ciclismo de estrada.

De acordo com a pesquisa, mais de 60% dos ciclistas apontam a ausência de locais para realizar treinos de ciclismo de estrada, seguido da falta de segurança pública (com 56,2%) e do desrespeito de motoristas (55,8%) como os principais problemas enfrentados para a prática da modalidade.

O ciclismo de estrada precisa de espaços públicos

Diferentemente de esportes como natação e futebol, o ciclismo de estrada não conta com espaços físicos adequados e exclusivos para a prática. Na Grande São Paulo, praticantes compartilham ruas, avenidas e rodovias com automóveis, ônibus, motocicletas e caminhões, sem a segurança adequada.

As APCCs, já citadas, seriam uma solução simples de serem colocadas em prática e que garantiriam segurança e o estímulo necessário para os treinos. Para implementar, bastaria definir uma via pública com uma extensão boa para um circuito e que ficaria livre de carros por um determinado período, preferencialmente no período matinal. Recomenda-se o bloqueio de um trecho completo da via ou a segregação de faixas de rolamento.

Milhares de ciclistas encontram no ciclismo de estrada uma opção de prática esportiva e de promoção de saúde. Apenas na margem leste da ciclovia do Rio Pinheiros, o número de usuários só cresce e já ultrapassa 80 mil por mês, segundo números da concessionária.

Metade (50%) dos 3 mil ciclistas que responderam a pesquisa treinam há menos de 5 anos e 11% treinam há menos de 1 ano, indicando que, mesmo sem estrutura, há uma demanda reprimida imensa e que a criação de espaços adequados se tornaria uma política importante para fomentar a modalidade.

Pelas razões expostas acima, as entidades, empresas, assessorias e atletas relacionados abaixo vêm a público alertar os governantes, gestores públicos e a comunidade ciclística em geral sobre a necessidade de união em prol do ciclismo de estrada e da abertura de novos espaços para treinos na Grande São Paulo.

Entidades proponentes do Manifesto:

Aliança Bike – Associação Brasileira do Setor de Bicicletas
Federação Paulista de Ciclismo – FPC
Federação Paulista de Triathlon
Bike é Legal
Bike Zona Sul

Apoiam o Manifesto:
ACP-Cycling | Associação De Triathlon Máster Do Estado De São Paulo | Bike Runners | Caloi | Cannondale | Carbono Zero Courier | Ceramic Speed | Ciclofemini – escola de pilotagem de bicicleta | CicloRavena |
DLB Assessoria Esportiva | Escola Park Tool | FFS Sports | Foca Team | Garmin | Gregario Cycling | Groove Bikes | Grupo JPP | IGP Sports | Instituto Aeris | Mavic | Pedal Power | Pedal Urbano | Pelote |
Powerman Brasil | Proparts | Race Consultoria Esportiva | Rock Shox | RunFun BY AG | Scott | Seppia Conteúdo | Sou Atleta | Spadotto Team | Specialized | SRAM | Target Gestão Esportiva | Trek | TSW | Tubig Sports | TV Zanata | Zipp

Aliança Bike

Aliança Bike

Criada em 2003 e formalizada em 2009, a Aliança Bike tem como missão principal fortalecer a economia da bicicleta, além de trabalhar para que mais pessoas pedalem no Brasil. A entidade atua em diversas frentes de trabalho para atingir os objetivos. Conta com mais de 130 associados entre fabricantes, montadores, importadores, distribuidores e lojistas.