Investimentos em mídia pelo mercado de bicicletas

24 de março de 2022
Baixe o Relatório CompletoBaixe a apresentação resumida
COMPARTILHE:

Levantamento inédito aponta tendências de investimentos em comunicação e marketing no mercado de bicicleta

Com mais de uma centena de respondentes, pesquisa desenvolvida pela Aliança Bike auxilia a compreender estratégias de empresas do segmento

BAIXE AQUI o documento. Um novo levantamento realizado pela Aliança Bike traz uma radiografia dos investimentos de marketing no mercado de bicicletas. A pesquisa com mais de 110 empresas respondentes, das mais variadas atividades econômicas dentro do segmento, trouxe dados até então inéditos do mercado – como o fato de que mais de 78% das empresas do setor investem até 5% do faturamento em comunicação e marketing. Estes e outros números estão presentes no Relatório Investimentos em Mídia Pelo Mercado de Bicicletas no Brasil.

“Marketing é investimento para gerar vendas. O mercado publicitário geral conta com vários instrumentos para ajudar produtores de conteúdo, veículos e anunciantes a medirem a efetividade da mídia produzida, veiculada e comprada. O mercado da bicicleta tem características únicas. Este estudo é o primeiro passo em auxiliar anunciantes, veículos e criadores de conteúdo a tomarem decisões que gerem aumento nas vendas dos produtos e serviços, dos anunciantes relacionados ao ciclismo”, explica Alvaro Pacheco, coordenador do Grupo de Trabalho de Mídia da Aliança Bike.

Confira abaixo alguns dados de destaque que se tornaram conhecidos após a pesquisa.

Percentual de faturamento investido

Dentre as mais de 100 empresas que participaram do levantamento, é possível perceber que a maioria das empresas investe entre 1 e 2% do faturamento em comunicação e marketing, com mais de 78% delas investindo até 5% do faturamento.

Outro dado interessante: quanto maior o faturamento da empresa, menor é o percentual investido em comunicação e marketing.

De acordo com o perfil das empresas que participaram da pesquisa, mais de 29% são microempresas com faturamento de até R$ 100 mil/ano, enquanto que cerca de 13% da amostra possuem faturamento anual acima de R$ 10,1 milhões.

A amostra do levantamento é bem diversificada, já que 34,5% dos respondentes são lojistas e 22% de importadores e indústrias. Dentre as empresas que participaram, existem companhias de áreas distintas da economia da bicicleta, como seguradoras, operadoras de ciclologística, operadoras de cicloturismo, produtoras de eventos e assessorias esportivas.

Mídias preferidas para investimento

O relatório desenvolvido pela Aliança Bike aponta também quais são as mídias em que as empresas do mercado de bicicletas preferem investir. Destaque para plataformas de internet (Google, Facebook, YouTube, etc), que são utilizadas por quase 75% das empresas. Na sequência aparecem criadores de conteúdo (44%), eventos e competições (35%) e atletas (34%).

Para as empresas, a conversão em vendas é o principal ponto a ser observado quanto a investimentos em mídia – quase 54% das empresas têm isso em mente ao alocarem a verba. Em contrapartida, 32% das empresas têm como principal objetivo a exposição da marca.

Tendo em vista o investimento principal, a pesquisa aponta que as plataformas de internet trazem os melhores resultados, com 58% das respostas; em seguida vêm os criadores de conteúdo, com 14% das respostas.

Atletas e competições

Investir em atletas e competições/eventos é uma das principais estratégias de comunicação adotadas pelas empresas do setor: mais de 51% apoiam atletas, enquanto que 49% investem em competições.

Para as que apoiam atletas amadores e profissionais, 77% realiza o investimento por meio de doação de equipamentos e 31% patrocinam atletas com dinheiro.

Já 49% das empresas utilizam competições e eventos como canal de comunicação e marketing. Foram quase 40 eventos indicados, com destaque para Copa Internacional de MTB, Brasil Ride e L’Etape Brasil. Além disso, passeios ciclísticos locais também tiveram alto índice de lembrança.

Criadores de conteúdo

Investimentos em criadores de conteúdo também têm destaque: mais de 48% das empresas direcionam parte da verba de comunicação e marketing neste tipo de mídia. Um dado que chama a atenção é que pouco mais de 35% das lojas investe neste tipo de comunicação, enquanto que 72% fabricantes, montadoras e importadoras faz este tipo de investimento.

Os criadores de conteúdo mais citados pelas empresas foram Pra Quem Pedala, Canal de Bike, Pedaleria, Brou Bruto Drews, Pedal.com.br e Bike é Legal.

O Relatório Investimentos em Mídia Pelo Mercado de Bicicletas no Brasil foi desenvolvido pelo Grupo de Trabalho de Mídia da Aliança Bike e está disponível NESTE LINK.

* * *

Aliança Bike – Associação Brasileira do Setor de Bicicletas

 

Receba nossas novidades por e-mail