Logo
Cadeado fechado Área do associado

Em São Paulo, dados revelam alta no cenário de bicicletas

01/09/2016 14h11 - Atualizado em 01/09/2016 14h26

 

 O aumento de bicicletas nas ruas de São Paulo é visível e evidente, principalmente para os que circulam pela região central do estado. Este crescimento, que já pode deixar de ser considerado como tendência, mas sim como uma constante, tem se mostrado também através de dados. De acordo com o portal Linha Direta, o número de ciclistas na cidade aumentou em 66%.

Este aumento pode ser justificado pelo investimento da capital em infraestrutura para quem pedala. Hoje, São Paulo conta com cerca de 432,9 km de malha cicloviária, além de 1.290 paraciclos distribuídos em locais públicos.

O interesse pelas bicicletas e o seu uso enquanto meio de transporte também fica evidente com o aumento na procura pelo serviço de empréstimos das magrelas. Recentemente, a coluna da jornalista Mônica Bergamo, na Folha de São Paulo, revelou que o Bike Sampa apresentou um crescimento de 57% na quantidade de viagens e 31% de usuários a mais entre julho de 2015 e julho deste ano. Além disto, o sistema, gerenciado pelo Banco Itaú, atingiu um total 673 mil cadastros de usuários. 

Com estes dados, conclui-se que, conforme maior o investimento em infraestrutura para bikes, maior também será o número de adeptos do ciclismo. O aumento de bicicletas nas ruas, além de benefícios ambientais, econômicos e para a saúde, tem também tornado São Paulo uma cidade mais humana.