Logo
Cadeado fechado Área do associado

Acessórios e Equipamentos para Cicloturismo

Fábio FES - Clube de Cicloturismo do Brasil

07/04/2017 15h30 - Atualizado em 07/04/2017 15h32


http://aliancabike.org.br/assets/_img_upload/149244886420170400_AliancaBike_Artigo07_AcessoriosEEquipamentos_02BX (1).jpg


Ao longo do ano passado, trilhamos uma sequência de artigos sobre o universo do cicloturismo, um segmento ainda pouco desenvolvido pelo setor de bicicletas em nosso país, porém muito promissor e que vem crescendo muito no Brasil.

Para aqueles não acompanharam todos: falamos sobre o Cicloturismo no Brasil e o Clube, com base em pesquisas traçamos O perfil do cicloturista brasileiro, falamos das Carências do cicloturismo no Brasil, apresentamos o grande Potencial do cicloturismo para o Mercado de Bicicletas, em uma parte mais técnica e importante para o conhecimento deste universo trouxemos as particularidades e diferenciais da Bicicleta para cicloturismo e também os Tipos de bicicleta para cicloturismo. Uma reunião de informações essenciais para aprendermos e conhecermos melhor esta fatia do mercado que só tende a crescer.

Agora chegamos na parte de falar sobre os acessórios e equipamentos que os cicloturistas tanto buscam a fim de transformarem suas bicicletas em veículos mais versáteis. Mas eles enfrentam muitas dificuldades e carências do mercado nacional seja em oferta, opções, qualidade e de conhecimento.

Podemos citar alguns exemplos de itens que o cicloturista tem acesso a pouca variedade ou mesmo dificuldade de acesso no mercado. E são muitos! Alforjes dianteiros e traseiros, bolsa de guidão, bolsa de quadro e de selim, mala bike. Bagageiros dianteiros e traseiros, paralamas, cubos e lanternas a dínamo, aros e raios mais reforçados, relações de marchas mais versáteis e duráveis para subidas com carga. Pneus específicos de cicloturismo para diferentes tamanhos de rodas. Carretas ou reboques, pezinho (ou descanso) de qualidade, suportes de caramanholas e garrafas maiores, selins de mais conforto e durabilidade. Diversidade de comprimentos e ângulos das mesas, guidões mais altos, guidão borboleta, manoplas de conforto e melhor ergonomia, retrovisores, campainhas. Garfos rígidos, quadros com furação para bagageiros, pedais dupla face (com plataforma e encaixe)...

A lista é extensa e diversificada. E o público está carente destas opções no comércio nacional, com isso acaba buscando muito estes produtos fora do país ou de pequenos importadores e comerciantes via internet. Uma boa notícia é que existem fabricantes nacionais de produtos com ótima qualidade, principalmente na categoria dos alforjes e bolsas em geral. Será muito importante a união de forças do segmento de bicicletas com estas empresas nacionais. O segmento de bicicletas só tem a evoluir, aumentar o retorno e crescer se voltar sua atenção e olhar para estes acessórios e equipamentos, conhecer e entender o funcionamento de cada um, buscar opções de qualidade no Brasil, depois importar os produtos faltantes e finalmente disponibilizar para os consumidores que esperam isso há tempos.

E nem falamos no segmento de equipamentos de camping, vestuário, equipamentos eletrônicos e de segurança, que também podem fazer parte deste universo e certamente serão significativo diferencial no desenvolvimento e melhoria do comércio.

Bem, isso pode ser nosso próximo assunto.